Celesc investe cerca de R$ 400 milhões em distribuição em 2020

A distribuidora fechou o ano com os melhores indicadores de continuidade de energia de sua história

A distribuidora Celesc, que acabou de completar 65 anos, investiu cerca de R$ 400 milhões para garantir a qualidade da prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica. A companhia fechou 2020 com os melhores indicadores de continuidade de energia de sua história. Pela primeira vez, o DEC ficou abaixo de 10 horas, e o FEC ficou abaixo de 7 vezes, considerando uma janela móvel de 12 meses, encerrados em novembro. O DEC registrado foi de 9 horas e o FEC 6,64 vezes.

A concessionária destacou que neste ano, além da pandemia,  enfrentou a passagem do ciclone bomba no final de junho. Este evento climático é considerado o pior do tipo na história da Celesc. Com ventos que atingiram quase 170 Km/h, o ciclone causou grande destruição na rede elétrica de Santa Catarina e gerou perdas de R$ 20,7 milhões. Para recompor a rede, os empregados da Celesc trabalharam 24 horas por dia.  

A distribuidora informou ainda que entre 2019 e 2020 concluiu cinco novas subestações e outras 35 estão sendo ampliadas ou em fase de melhorias. Já as obras e melhorias foram direcionadas para aplicação de redes compactas com cabos protegidos.