Celesc tem prejuízo de R$ 176,9 milhões no 2º trimestre

Ebtida do trimestre ficou negativo em R$ 159,8 milhões

A Celesc teve um prejuízo de R$ 176,9 milhões no segundo trimestre, revertendo o lucro de R$ 30,5 milhões em igual período anterior. No semestre, o prejuízo ficou em R$ 150,9 milhões, ante lucro de R$ 86,3 milhões em 2015. Considerando os efeitos não recorrentes, o prejuízo no trimestre seria de R$ 24,8 milhões, contra lucro de R$ 30,5 milhões. Com isso, o prejuízo no semestre seria de R$ 100 mil.

A receita operacional bruta do grupo caiu 20,3% para R$ 2,3 bilhões no trimestre. No semestre, a queda ficou em 6,8% para R$ 5,661 bilhões. A Celesc teve receita líquida, excluindo receita de construção, de R$ 1,138 bilhão no segundo trimestre, 26,7% menor que no mesmo período anterior. No semestre, o recuou ficou em 17,8% para R$ 2,697 bilhões.

O ebtida do trimestre ficou negativo em R$ 159,8 milhões, ante positivos R$ 25,4 milhões no ano passado. No semestre, a perda é de R$ 41,7 milhões, ante resultado positivo de R$ 124,2 milhões no ano passado. A margem ebitda ficou negativa em 14% no trimestre e em 1,5% no semestre. O ebtida ajustado, considerando efeitos não recorrentes, subiu 121,7% para R$ 70,6 milhões e no semestre, praticamente dobrou para R$ 186,8 milhões.

Os investimentos da Celesc caíram 4,1% no segundo trimestre para R$ 105,7 milhões. No semestre, os aportes acumulados chegam a R$ 200,6 milhões, 2% menores que no ano passado. A energia distribuída total pela Celesc Distribuição aumentou 1,9% para 5.824 GWh. No semestre, há uma pequena queda de 0,8% para 11.912 GWh.

Na busca de reduzir os gastos gerenciáveis, a Celesc registra a queda de 19,6% (-R$52,1 milhões) no trimestre e redução de 14,5% no acumulado do ano (-R$71,4 milhões) nas despesas com Pessoal, Material, Serviços e Outros – PMSO.