Cooperativas de Santa Catarina têm tarifas reajustadas pela Aneel

Novas tarifas de energia elétrica entram em vigor em 30 de setembro para 30.891 unidades consumidoras

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou nesta terça-feira, 27 de setembro, o reajuste das tarifas de energia elétrica das Cooperativas de Energia Treviso (Certrel), Fumacense de Eletricidade (Cermoful), Energética Cocal (Coopercocal) e de Eletricidade de Grão Pará (Cergapa). Juntas, essas cooperativas atendem a 30.891 unidades consumidoras localizadas no Estado de Santa Catarina.

O efeito médio a ser percebido na tarifa dos consumidores será de -1,45% para os clientes atendidos pela Certrel; de -3,72% na Cermful; de -9,37% na Coopercocal; e de -0,68% na Cergapa. As novas tarifas de energia elétrica entram em vigor em 30 de setembro de 2016.
 
Entre as classes consumidoras, o reajuste será de -0,67% para a baixa tensão e de -1,89% na alta tensão da Certrel. Na Cermoful, os reajustes serão respectivamente de -3,51% e -3,91%. Na Coopercocal, de -8,80%, para baixa tensão, e -9,91%, para alta. E na Cergapa, de +0,30% e de -3,53%, respectivamente.

Ao calcular os índices de reajuste, a Aneel considera a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência. A fórmula de cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição e outros custos como energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais.
A aplicação do reajuste anual e da revisão tarifária está prevista nos contratos de permissão assinados entre as cooperativas e o Governo federal, por meio da Aneel. Os índices homologados pela Agência são os limites a serem praticados pelas cooperativas.