Enel segue com reestruturação no Chile

Endesa Americas e Chilectra serão incorporadas à Enersis Américas, que posteriormente vai se chamar Enel Americas

A Enel anunciou que suas subsidiárias chilenas Enersis Americas, Endesa Americas e Chilectra Americas aprovaram a segunda e última fase do processo de reestruturação corporativa para separar as operações de geração e distribuição de energia no Chile dos outros países da América Latina.

Durante as reuniões, os acionistas das três empresas aprovaram a fusão por incorporação da Endesa Americas e Chilectra Americas na Enersis Americas. Após consequente aumento de capital, ela vai se chamar Enel Americas. Como efeito dessa fusão, a Enersis Americas vai ser a empresa dona dos investimentos feitos pela Enersis Americas, Endesa Americas e Chilectra Americas, especificamente com base no plano de fusão aprovados pelas empresas envolvidas.

Os acionistas da Endesa Americas vão receber 2,8 ações da Enersis Americas por cada ação que eles possuem. Já os acionistas da Chilectra vão receber quatro ações da Enersis Americas por cada uma que eles possuirem.

A operação terá que respeitar algumas condições, como a que os acionistas das subsidiárias que não participaram da aprovação da fusão terão um limite no seu direito de retirada. A incorporação da Endesa Americas e Chilectra America à Enersis Americas está prevista para entrar em vigor a partir do primeiro dia do mês seguinte ao mês em que as envolvidas anunciarem que condições foram respeitadas.