Neoenergia vende pequenas usinas por R$ 711 milhões para Contour Global

Empreendimentos tem capacidade de 208,97 MW. Empresa vai focar em projetos de maior porte

A Neoenergia informou nesta segunda-feira, 28 de novembro, que celebrou contrato com a Contour Global do Brasil para a venda de 11 pequenas centrais hidrelétricas e térmicas por R$ 711 milhões, incluindo a dívida existente desses ativos. Segundo a Neoenergia, a operação se insere na estratégia de simplificar sua base operacional e focar em ativos de maior porte, e trará benefícios à capacidade operacional e financeira da companhia, face aos compromissos de investimentos em expansão e qualidade.

A Neoenergia vai repassar para a Contour Global a totalidade de sua participação nas empresas Afluente Geração de Energia Elétrica S.A., Bahia PCH S.A., Goiás Sul S.A., Rio PCH S.A. e EnergyWorks do Brasil Ltda. A Afluente Geração de Energia opera as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) Alto Fêmeas I (BA – 10,65 MW) e Presidente Goulart (BA – 8 MW). A Bahia PCH opera a PCH Sítio Grande (BA – 25 MW).

A Goiás Sul opera as PCHs Nova Aurora (GO – 21 MW) e Goiandira (GO – 27 MW). A Rio PCH opera as PCHs Pedra do Garrafão (RJ/ES – 19 MW) e Pirapetinga (RJ/ES – 20 MW). Já a EnergyWorks opera as termelétricas Corn Mogi (SP – 34,9 MW), Corn Balsa (PR – 10,7 MW), Brahma Rio (RJ – 14,7 MW) e Capuava Energy (SP – 18,02 MW). As usinas somam 208,97 MW de capacidade instalada.

A conclusão da operação ainda está sujeita a trâmites legais, incluindo a autorização de órgãos governamentais, como o Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (CADE) e a Agência Nacional de Energia Elétrica.