Fortes chuvas prejudicam fornecimento de energia em Santa Catarina

Segundo a Celesc, 44 mil unidades consumidoras ficaram sem luz no estado

Devido às rajadas de vento e chuva forte que ocorreram na noite da última quinta-feira, 24 de setembro, 44 mil unidades consumidoras da Celesc, em Santa Catarina, ficaram sem energia por volta das 20:30 horas. As principais regiões afetadas foram as dos municípios de Joaçaba, Videira e Lages. Hoje (25) pela manhã, esse número havia diminuído para 28.597 em decorrência do trabalho de atendimento emergencial.

Em Joaçaba, no início do vendaval, 29 mil unidades consumidoras ficaram sem luz. A principal causa foi queda de vegetação e objetos sobre a rede elétrica, provocando danos em condutores e quebra de postes. A vegetação na rede também foi o principal problema na região de Chapecó. As equipes de emergência continuam trabalhando e, por volta das 14 horas, conseguiram reestabelecer 90% das unidades afetadas. Somente 384 ainda estão sem energia elétrica.

No município de Lages, 14.845 unidades consumidoras estavam sem luz às 2 horas de hoje. Nesta manhã, vinte equipes trabalhavam para restabelecer o sistema. Ainda há 7.200 unidades afetadas. Os municípios mais atingidos foram Capão Alto, Campo Belo do Sul, Cerro Negro, Anita Garibaldi e São José do Cerrito. Em Videira, um transformador foi danificado, causando queda de luz na cidade e em Caçador. Por meio de uma manobra, a Celesc conseguiu restabelecer a energia, no entanto, uma chuva de granizo hoje pela manhã deixou 2.800 unidades consumidoras novamente sem energia.

Agora pela manhã, a EPAGRI/CIRAM emitiu alerta sobre grandes volumes de chuva na maior parte de Santa Catarina durante todo o fim de semana. O mau tempo deve persistir nas regiões catarinenses do Meio Oeste, Planalto Norte e Sul, Vale do Itajaí, Litoral Norte e Grande Florianópolis até domingo, inclusive, por conta da formação de um ciclone extratropical próximo à costa catarinense. Existem riscos de ventania e granizo isolado, especialmente do Oeste ao Norte do estado.