Vertimento de Itaipu deve acontecer de forma esporádica

Segundo a usina, vazamento em julho ocorreu de forma ininterrupta durante nove dias

Depois de nove dias vertendo de forma ininterrupta, a usina de Itaipu, no Paraná, fechou o vertedouro na última terça-feira, 21 de julho, às 8h30. Onze horas depois, às 19h30, reabriu as comportas. Desde então, o vertimento ocorre de forma esporádica.

No mês de julho, que foi o mais chuvoso dos últimos dezoito anos na região de Foz do Iguaçu, a UHE reabriu o vertedouro no dia 10, depois de um ano fechado. Desde o dia 13 vinha vertendo sem parar, até esta terça-feira. Nesses dez dias, teve picos de vertimento que ultrapassaram os 9 mil m³/s e chegou a ficar com duas das três calhas abertas. Na última quinta-feira, 23 de julho, escoavam pelo vertedouro 720 m³/s.

A reabertura do vertedouro no dia 10 de julho foi uma decisão preventiva, já que a usina não estava operando com a cota máxima do reservatório. A intenção, com a medida, foi minimizar os possíveis impactos causados com a cheia abaixo da usina.