MME: Sistema deve receber 8 mil MW em 2016

De acordo com secretário de planejamento, outros 11 mil MW entram em 2017, o que deixará sistema mais confortável para atender demanda

Cerca de 8 mil MW entrarão em operação no sistema em 2016 e outros 11 mil MW entrarão em operação em 2017, de acordo com Altino Ventura Filho, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia. Esse montante deve afastar qualquer tipo de estresse ao sistema, como os que vem acontecendo nos últimos dois anos. "Será um choque de oferta, é um montante significativo que diante de um mercado mais reduzido que estamos tendo, traz uma situação que tende a caminhar para o conforto", explicou ele, que participou nesta segunda-feira, 18 de maio, do 2º Fórum de Geração Termelétrica – Cenários, realizado no Rio de Janeiro (RJ).

Ainda de acordo com Ventura, essa energia virá de usinas em fase final de construção que foram viabilizadas em leilões A-5 realizados em 2011 e 2012 e de outros leilões. Ele conta que essas usinas foram definidas com uma previsão de mercado maior que a que está acontecendo atualmente, devido à queda no consumo de energia. Segundo Ventura, ainda que aconteçam eventuais atrasos na entrada em operação desses empreendimentos, a previsão não ficará prejudicada.

Ele também ressalta que o parque gerador que entra em operação esse ano, de cerca de 6 mil MW é maior que o do ano passado, sendo que o mercado está menor, podendo equilibrar a oferta e a demanda.