GDF Suez passa a se chamar Engie

Mudança de marca reforça atuação global e em fontes renováveis de energia

A GDF Suez anunciou nesta sexta-feira, 24 de abril, a troca da marca do grupo europeu para Engie. A nova marca divulgada na Europa reforçará a atuação global da companhia e o foco em fontes de energia renovável. Em comunicado, o chairman da Engie, Gérard Mestrallet, explicou que o novo nome também representa a preparação do grupo para os desafios apresentados pelas profundas mudanças que o setor de energia está passando em todo o mundo.

"Para enfrentar os novos desafios dessa realidade e acelerar nosso desenvolvimento, nós decidimos dar ao grupo um novo nome: Engie. É um nome fácil e poderoso, nome que evoca energia para todos e em todas as culturas, um nome que personifica nossos valores e atividades", afirmou o executivo.

Ele afirmou ainda que a marca expressa a nova ambição corporativa do grupo, cuja condução será feita por Isabelle Kocher, atual Chief Operating Officer (COO) do grupo. A executiva vai assumir a liderança do grupo quando Mestrallet deixar o cargo no ano que vem. A divulgação do novo nome será feita com uma grande campanha publicitária, com foco na Europa e nos principais países de atuação do grupo.