Temer exonera Coelho Filho para reforçar votação da reforma trabalhista

Três ministros voltaram a Câmara dos Deputados para apreciação do projeto em Plenário nesta quarta-feira, 26

Presidente Michel Temer exonerou três ministros para voltarem a Câmara dos Deputados para reforçarem a votação do projeto de lei, que trata da reforma trabalhista. Entre os ministros, está Fernando Coelho Filho, de Minas e Energia. Os outros são Bruno Cavalcanti de Araújo, do Ministério das Cidades; e José Mendonça Filho; do Ministério da Educação. A votação está prevista para ocorrer ainda nesta quarta-feira, 26 de abril. A decisão presidencial foi publicada no Diário Oficial da União de hoje.

O relatório da reforma trabalhista foi aprovado na última terça-feira, 25, na comissão especial que debateu o assunto na Casa, por 27 votos a 10 e nenhuma abstenção. Se aprovada, a matéria será encaminhada para apreciação do Senado Federal.

Com informações da Agência Brasil