Liquidação de cotas e nucleares movimenta R$ 769 milhões em maio

Segundo CCEE, adimplência não foi total, sendo o menor índice na energia de cotas, com 90,58%

As liquidações financeiras de energia nuclear e cotas de garantia física e potência, referentes a maio de 2017, movimentaram R$ 769 milhões, sendo registradas adimplências de 95,88% e 90,58%, respectivamente, nas operações, segundo divulgado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica.

A liquidação financeira de energia nuclear é a operação pela qual 47 distribuidoras de energia elétrica rateiam a produção das usinas de Angra 1 e 2. Em maio, a operação liquidou R$ 258.627.468,57 dos R$ 269.736.719,21 contabilizados, com 95,88% de adimplência.

No caso da liquidação de cotas, a operação somou R$ 510.545.976,85 dos R$ 563.667.471,76 contabilizados, o que representa adimplência de 90,58%. A liquidação de cotas é a operação na qual 46 distribuidoras de energia pagam para as geradoras envolvidas nesse regime uma receita de venda definida pelo governo.