Produção de petróleo em maio é 4,5% superior a abril, segundo ANP

Média foi de 2,65 milhões de barris por dia; gás natural teve aumento de 2,1% em relação ao mês anterior

A produção total de petróleo no Brasil, em maio, foi de 2,653 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. O volume representa um crescimento de 4,5% na comparação com o mês anterior e de 6,7 % em relação ao mesmo período em 2016. Já a produção de gás natural no país, excluído o volume liquefeito, foi de 105 milhões de metros cúbicos por dia, superando em 5 % a produção do mesmo mês em 2016 e em 2,1% a de abril. A produção total dos dois combustíveis no Brasil foi de aproximadamente 3,312 milhões de barris de óleo equivalente por dia, de acordo com a ANP.

Quanto a produção do pré-sal em abril, totalizou-se aproximadamente 1,572 milhão de barris de óleo equivalente por dia. A prospecção, oriunda de 75 poços, foi de aproximadamente 1,265 milhão de barris de petróleo por dia e 49 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, um aumento de 5,1% em relação ao mês anterior. A produção do pré-sal correspondeu a 47,5% do total produzido no país.

O campo produtor Lula,  na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás. Foram produzidos, em média, 697 mil bbl/d de petróleo e 30,1 milhões de m³/d de gás natural.  Os campos marítimos produziram 95,2% do petróleo e 84% do gás natural. A produção ocorreu em 8.306 poços, sendo 748 marítimos e 7.558 terrestres. Os campos operados pela Petrobras produziram 94,2% do petróleo e gás natural.