UTE Porto de Sergipe I consegue licença de instalação

Usina de 1.551 MW vai ser suprida por terminal GNL e terá investimentos de R$ 5 bilhões

A Celse acaba de receber a Licença de Instalação da Administração Estadual do Meio Ambiente, órgão estadual responsável pelas licenças ambientais do Estado de Sergipe, para a implantação do Complexo Termelétrico Porto de Sergipe I, em Barra dos Coqueiros (SE). A Celse foi criada pela EBrasil e a Golar Power para a geração e comercialização da energia da usina, viabilizada no leilão A-5 de 2015

A usina, cuja operação está prevista para iniciar em 2020, terá investimentos de cerca de R$ 5 bilhões e contará com tecnologia de ponta na produção de energia a partir de Gás Natural Liquefeito.  De acordo com Eduardo Maranhão, presidente da Celse, a obtenção dessa licença é um marco importante para garantir o andamento da obra e o compromisso assumido de gerar energia a partir de janeiro de 2020.

O Complexo terá 1.551 MW de potência instalada, capacidade suficiente para abastecer a 15% da demanda de energia do Nordeste, e é composto pela UTE Porto de Sergipe I, que processará gás natural em energia elétrica; uma Linha de Transmissão com 33 km de extensão, que levará energia até o sistema integrado nacional; e um conjunto de Instalações Offshore, que contemplam uma FSRU – Unidade Flutuante de Armazenamento e Regaseificação do Gás Natural Liquefeito e gasoduto dedicado para suprimento da usina.

Toda a obra será finalizada até 2019, quando tem início a fase de testes e comissionamento, e, em janeiro de 2020, a usina deverá estar pronta para começar a fornecer energia comercialmente conforme estabelecido nos contratos de venda de energia firmados no Leilão.