IPO da Neoenergia: preço da ação estará situado entre R$ 15,02 e R$ 18,52

Inicialmente, a empresa pretende colocar 170.343.351 ações ordinárias, podendo captar R$ 2,8 bilhões

A Neoenergia estimou entre R$ 15,02 e 18,52 o preço por ação de sua oferta pública inicial (IPO), prevista para iniciar em 15 de dezembro, segundo comunicado divulgado na noite da última quarta-feira, 8 de novembro.

Inicialmente, a empresa pretende colocar 170.343.351 ações ordinárias divididas em dois blocos, sendo 68.900.738 ações em uma oferta primária e 101.442.613 no mercado secundário. Com base no ponto médio da faixa indicada (R$ 16,77), a empresa espera captar até R$ 2,85 bilhões, sendo R$ 1,15 bilhão de dinheiro novo que entrará no caixa da companhia.

“No contexto da oferta, estima-se que o preço de subscrição ou aquisição, conforme o caso, por ação estará situado entre R$ 15,02 e R$ 18,52, ressalvado, no entanto, que o preço por ação poderá ser fixado acima ou abaixo desta faixa, a qual é meramente indicativa”, diz o comunicado divulgado pela Neoenergia.

A empresa informou que se o preço ficar abaixo da faixa indicativa e não for suficiente para captar o mínimo de R$ 1,1 bilhão na oferta primária, a elétrica poderá ampliar a oferta de ações. O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento a ser realizado exclusivamente junto a investidores Institucionais.

A oferta secundária será formada por 93.450.935 ações do BB Investimentos e 7.991.678 do Previ, com esforços de colocação no exterior pelas instituições Banco do Brasil, Credit Suisse, Morgan Staley, Merrill Lynch, Bradesco, Citi, Itaú BBA, Safra e Santander. A oferta será realizada sob a coordenação do BB Investimentos.