Lucro líquido da Celesc cai 51,2% no terceiro trimestre

No ano, empresa reverte prejuízo de 2016 e lucra R$ 61,5 milhões

O lucro líquido da Celesc caiu 51,2% no terceiro trimestre para R$ 59,3 milhões. Contudo, no acumulado dos nove primeiros meses, a empresa catarinense conseguiu reverter o prejuízo de R$ 29,3 milhões, registrado em 2016, para um lucro de R$ 61,5 milhões.

O ebtida da companhia caiu 28,8% no último trimestre, comparado com igual anterior, para R$ 140,9 milhões; com margem de 7,7%. No ano, o ebtida acumula R$ 435 milhões, com alta de 178,7%; e margem de 9%.

A receita operacional bruta ficou em R$ 2,991 bilhões, com crescimento de 20,5%, no terceiro trimestre. A Celesc acumula receita bruta de R$ 8,305 bilhões de janeiro a setembro, com alta de 7,1% sobre os mesmos meses anteriores.

A receita líquida da Celesc, excluindo receita de construção, cresceu 27% no trimestre para R$ 1,433 bilhão. No ano, a alta chega a 16,7% para R$ 4,131 bilhões.

A Celesc investiu, em geração e distribuição, R$ 117,3 milhões no terceiro trimestre, 4,5% a mais que em igual trimestre passado. A empresa soma investimentos de R$ 328,6 milhões em 2017, com crescimento de 5%.

A energia distribuída na área de concessão da Celesc D teve crescimento de 3,5% no terceiro trimestre, com destaque para a classe de consumidores livres que cresceu 20,7% com relação a igual trimestre anterior. Nos nove primeiros meses do ano, a elevação é de 3%, com destaque para a classe residencial e os consumidores livres que cresceram 1,1% e 28,4%, respectivamente.