Fitch atribui rating ‘AA+ (exp) (bra) ’ para Cantareira Transmissora de Energia

LT da Celeo Redes e Copel tem 342 km e liga SEs de MG a SP

A agência de classificação de risco Fitch atribuiu nesta quinta-feira, 23 de novembro, o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA+ (exp) (bra) ’, para a proposta de primeira emissão de debêntures da Cantareira Transmissora de Energia. De acordo com a Fitch, o rating atribuído reflete a baixa complexidade da operação, da manutenção e dos investimentos ao longo da vida do ativo, aliada à natureza estável e previsível das receitas baseadas em disponibilidade. O projeto contempla uma linha de transmissão de 342 km. O projeto liga a SE Estreito, em Minas Gerais, à SE Fernão Dias, em São Paulo. A linha será operada pela Celeo Redes, que também é acionista do projeto com 51% de participação. Os demais 49% pertencem a Copel GT.

Ainda segundo a agência, as garantias corporativas não solidárias dos acionistas Celeo Redes e da Copel, válidas até o completion físico e financeiro do projeto, são consideradas positivas ao projeto, uma vez que não há cláusulas de vencimento cruzado entre os acionistas. Assim, o rating dos garantidores não limita o rating da emissão, devido ao estágio avançado de completion do projeto.

Uma ação de rating negativa pode ser desencadeada por uma geração de caixa consistentemente abaixo do cenário-base da Fitch, o que levaria os Índices de Cobertura do Serviço da Dívida (DSCR) abaixo de 1,2 vez. Já uma ação positiva viria com a entrada em operação comercial do projeto e geração de caixa consistentemente acima do cenário-base da Fitch, o que levaria a um DSCR acima de 1,3 vez.