CPFL Paulista investe R$ 14 milhões em São José do Rio Preto até setembro

Do total aportado, R$ 5,1 milhões foram destinados a instalação de novos medidores e extensão de rede elétrica para consumidores na área urbana e rural

A CPFL Paulista destinou R$ 14 milhões em reforços e melhorias de seu sistema elétrico no acumulado do ano até setembro de 2017, em São José do Rio Preto. O valor representa um crescimento de 14,7% em relação ao mesmo período de 2016, contribuindo para a qualidade do serviço que atende 213 mil clientes na cidade.

A companhia informou que do montante, R$ 5,1 milhões foram utilizados em ligação de consumidores na área urbana e rural, por meio da instalação de novos medidores e extensão da rede elétrica. Isso possibilitou o acréscimo de 4,1 mil novos clientes ao deste ano.

Para atender a demanda do mercado e garantir a qualidade dos serviços, a distribuidora ainda investiu outros R$ 2,5 milhões em ampliação da capacidade de subestações e linhas de transmissão e em adequação de capacidade da rede de distribuição, tornando o sistema elétrico da cidade mais flexível e robusto.

Em manutenção e melhorias, foram investidos mais de R$ 5,6 milhões. Deste valor, a concessionária destinou em torno de R$ 2,2 milhões em ações como manutenção programada ou emergencial e substituição de transformadores. Por sua vez, os investimentos em melhoramentos nas redes primária e secundária e instalação de novos equipamentos somaram R$ 3,4 milhões.

A CPFL Paulista segue no desenvolvimento de projetos especiais e focados em smart grid (redes inteligentes). Para essas ações, a empresa dedicou em torno de R$ 800 mil de investimento na cidade.

Os recursos investidos estão alinhados com os objetivos da CPFL Energia em sempre prestar serviços de alta qualidade para os consumidores, alinhando robustez e confiabilidade no fornecimento de energia com desenvolvimento regional, como expõe o presidente da distribuidora, Carlos Zamboni Neto.

“A CPFL Paulista atua intensamente para prover aos seus consumidores a mais elevada qualidade no fornecimento de energia elétrica. Para isso, tem a prática de investir continuamente em melhorias, na manutenção e no desenvolvimento de novos projetos que irão colaborar para atingir esse objetivo e suportar o crescimento da demanda em função do desenvolvimento das cidades que atende”, afirmou Zamboni.