CCEE: energia fica mais barata no mercado spot

Redução do PLD variou entre 7% e 14% dependendo do submercado

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 13 e 19 de janeiro apresenta redução em todos os submercados, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). O preço caiu 8% no Sudeste/Centro-Oeste ao passar de R$ 176,64/MWh para R$ 162,95/MWh. No Sul, a queda foi de 7% com o preço fixado em R$ 165,82/MWh. O PLD no Nordeste ficou em R$ 162,06/MWh, retração de 10%, e no Norte, a queda foi maior, alcançando 14% com o preço fixado em R$ 142,37/MWh.

Segundo a CCEE, os preços do submercado Norte apresentaram valores menores em relação aos demais submercados, pois este é um submercado exportador e os limites de envio de energia para o Sudeste foram atingidos, assim como os limites de recebimento de energia pelo Nordeste. Já o descolamento do preço do submercado Sul em relação ao preço do submercado Sudeste se deve às perdas elétricas na interligação entre estes submercados.

As afluências esperadas para o Sistema Interligado Nacional (SIN), em janeiro, permanecem em 95% da Média de Longo Termo (MLT), com ENAs estimadas em 105% da média no Sudeste, 136% no Sul, 47% no Nordeste e em 74% da MLT no Norte.

Já a carga prevista para os próximos sete dias deve ficar 150 MW médios mais baixa frente ao montante esperado na semana anterior com redução apenas no Norte (-150 MW médios) e manutenção dos valores nos demais submercados.

Os níveis dos reservatórios do SIN estão cerca de 2.750 MW médios mais elevados na comparação com a expectativa da semana passada. A previsão indica elevações de 2.050 MW médios no Sudeste, 250 MW médios no Sul, 300 MW médios no Nordeste e de 150 MW médios no Norte.

O fator de ajuste do MRE previsto para janeiro foi revisto de 111,9% para 108,6%. Os Encargos de Serviços do Sistema (ESS) esperados para o primeiro mês de 2018 estão na ordem de R$ 160 milhões, sendo R$ 94 milhões referentes à segurança energética.