PLD sobe 4% nos submercados Sul e Sudeste

Previsão de afluências em março caiu de 87% para 85% da MLT

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 24 e 30 de março subiu 4% nos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul ao passar de R$ 219,50/MWh para R$ 228,54/MWh, mesmo valor fixado para o PLD no Nordeste. No Norte, o preço permanece no valor mínimo de R$ 40,16/MWh estabelecido para 2018. O desacoplamento entre os preços do Norte com os demais submercados se deve ao limite de envio de energia por este submercado ter sido atingido em todos os patamares de carga.

Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), a previsão de afluências para o sistema, em março, caiu de 87% para 85% da Média de Longe Termo, ficando abaixo da média em todos os submercados: Sudeste (86%), Sul (81%), Nordeste (57%) e Norte (99%).

Para a próxima semana, a carga esperada para o Sistema Interligado Nacional deve ficar em torno de 250 MW médios mais baixa, com reduções no Sul (-605 MW médios) e no Nordeste (-70 M W médios). Já no Sudeste (+400 MWmédios) e no Norte (+ 25 MWmédios), a expectativa é de carga mais alta para os próximos sete dias.

Os níveis dos reservatórios caíram 1.765 MW médios frente à expectativa anterior com com redução verificada em todos os submercados: Sudeste (-1.020 MW médios), Sul (-240 MW médios), Nordeste (-310 MW médios) e Norte (-195 MW médios).

Já o fator de ajuste do MRE previsto para março foi revisto de 118,1% para 117,3%. A previsão de Encargos de Serviços do Sistema (ESS) para o mês é de R$ 361 milhões, sendo R$ 281 milhões referentes à segurança energética.