Tocantins lidera índice FDR Energia de atratividade do ACL para renováveis

Ranking nacional revela ainda estado do Pará com boa viabilidade para migração de empresas ao mercado livre em maio

A FDR Energia divulgou os resultados do Índice Nacional de Atratividade do Mercado Livre para Fontes Limpas de Energia do mês de maio. O valor médio do ranking para todo país ficou em “0,526”, número inferior quando comparado com a marca de abril, que ficou em “0,535”.

Segundo o levantamento, apenas Tocantins e Pará se destacam com boa viabilidade para as empresas que desejam migrar para o Ambiente de Contratação Livre (ACL). Outros 23 estados apresentam em maio índices entre “0,591”e “0,461”, que significam viabilidade moderada. O Amapá ocupa a última colocação com a nota “0,366”, que indica inviabilidade financeira para migração ao mercado livre.

Erick Azevedo, sócio diretor da FDR Energia, afirmou haver uma expectativa de alta para os preços da energia, devido aos baixos níveis dos reservatórios, e ressaltou: “A retomada da competitividade das fontes limpas de energia no ACL vai depender das chuvas”.

O índice foi calculado com base no preço médio comercializado no mercado livre entre as fontes incentivadas (energia proveniente de Pequenas Centrais Hidrelétricas e usinas eólicas, solares e de biomassa) comparadas com as tarifas de distribuidoras que representam 98% do mercado cativo brasileiro.