B3 divulga procedimentos para leilão da Eletropaulo

Ações estão no alvo da Neoenergia e da Enel, mas segundo a bolsa, há as regras abrem a possibilidade de uma nova oferta ser apresentada até dia 24 de maio

A bolsa de valores de São Paulo (B3) publicou comunicado acerca dos procedimentos operacionais para o leilão da Oferta Púbica de Ações da Eletropaulo que ocorrerá em 4 de junho. Conforme já divulgado, o prazo para divulgação de eventuais novas OPAs concorrentes foi encerrado em 14 de maio, mas poderá haver interferência compradora no leilão, desde que a intenção seja divulgada ao mercado até as 15h do próximo dia 24 de maio.
Essas intenções deverão ser divulgadas imediatamente ao mercado. Além disso, eventuais aditamentos aos editais de OPA, contemplando aumento de preço ou renúncia a condições, deverão ser encaminhados até às 16 horas dessa mesma data limite de intenção de interferência compradora.
Além disso, para a data em referência será permitido aos ofertantes apresentar apenas uma única oferta final, entre 18h30 e 19h, por meio de aditamento ao edital de OPA contemplando aumento de preço ou renúncia a condições, entregue por representante das respectivas instituições intermediárias, em envelope lacrado, aos cuidados do Diretor de Negociação Eletrônica da B3. No caso de empate entre os preços apresentados, será permitido aos representantes destas instituições intermediárias apresentar um novo envelope com aumento de preço, até as 19h35. O mesmo procedimento deverá ser adotado na hipótese de novos empates, mediante a concessão de intervalo de 30 minutos para a apresentação de envelopes contemplando aumento de preço.
Tanto a B3 quanto a Eletropaulo deverão divulgar todas as ofertas recebidas. Contudo, apenas a OPA com maior preço divulgado será registrada no leilão a ser realizado no dia 4 de junho, marcado para as 16h. Para ter mais detalhes dos procedimentos operacionais de vende das ações da Eletropaulo, que atualmente estão no alvo de Neoenergia e da Enel, clique aqui.