Carga ficou até 11 GW abaixo do normal durante jogo da seleção brasileira

Segundo balanço do ONS a operação apresentou normalidade e em 30 minutos a demanda apresentou aumento de pouco mais de 8 GW

O Operador Nacional do Sistema Elétrico registrou normalidade da operação do SIN com a manutenção dos padrões de qualidade e segurança de suprimento de energia elétrica durante o segundo jogo da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo 2018, realizada na Rússia.
De acordo com o relato do Operador, a carga encontrava-se cerca de 3300 MW abaixo da observada em uma sexta-feira normal nas primeiras horas do dia. Cerca de 30 minutos antes do início da partida houve uma redução de 2.979 MW até o início da disputa e outra redução adicional de 1.065 MW em 12 minutos depois que o jogo começou. Durante o primeiro tempo, a média de carga observada nesse período foi de 8.800 MW inferior a uma sexta-feira normal.
Depois de uma elevação de 3.056 MW por conta do intervalo da partida em um período de 10 minutos, observou-se uma rampa com redução de carga de 1.634 MW em 15 minutos. Durante o segundo tempo, a média de carga observada nesse período foi de 11.000 MW inferior a uma sexta-feira normal. Logo após o término do jogo, observou-se uma rampa de carga, com elevação de 7.842 MW em 22 minutos.
Às 10h55 a carga estava em 56.963 MW e houve uma rampa até que às 11h25 a carga registrava estava em 65.021 MW, de acordo com o site do operador.