Rampa de carga teve elevação de 5 GW após final de prorrogação na semifinal da Copa

Balanço do ONS mostra que consumo energético durante as partidas semifinais não apresentou diferenças significativas em relação aos dias típicos

Mesmo com a eliminação do Brasil, o Operador Nacional do Sistema Elétrico divulgou o balanço da operação do SIN durante as semifinais da Copa do Mundo 2018, realizadas nos dias 10 e 11 de julho.

De acordo com o Operador, as cargas não apresentaram diferença significativa em comparação aos dias normais da semana anterior, ficando em média 440 MW abaixo para o primeiro jogo, França x Bélgica, e 627 MW para Inglaterra x Croácia.

No intervalo dos respectivos jogos foram registradas rampas de crescimento de consumo de 692 MW e 516 MW em 8 minutos. Já durante o segundo tempo não houveram alterações relevantes.

Na segunda partida, a necessidade da prorrogação retardou a entrada de carga em relação a um dia típico. E logo após o tempo extra, o ONS observou uma rampa de consumo simultânea com a entrada da carga de iluminação pública, com elevação de mais de 5 GW em 20 minutos.