Pouca chuva mantém preço da energia no teto

Fator de ajuste do MRE esperado para agosto é de 57,4%; ESS deve ficar em R$ 29 milhões no período

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 4 e 10 de agosto segue fixado em R$ 505,18/MWh nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte. A previsão de afluências abaixo da média é o principal fator para que o preço siga no valor máximo estabelecido para 2018, explicou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

As afluências esperadas para o Sistema Interligado Nacional (SIN), em agosto, não sofreram alterações em termos percentuais, mas estão cerca de 300 MW médios mais altas em termos de energia, com a principal elevação no Sudeste (+500 MW médios).

A previsão de carga para a próxima semana apresenta mudanças apenas no submercado Nordeste, onde registra alta de 210 MW médios na demanda por energia frente à estimativa anterior.

Já os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 650 MW médios abaixo da expectativa anterior com reduções no Sudeste (-600 MW médios) e no Sul (-300 MW médios). No Nordeste (+200 MW médios) e no Norte (+50 MW médios), os níveis estão acima do esperado.

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) para agosto foi revisto de 56,3% para 57,4%. A previsão de Encargos de Serviços do Sistema (ESS) para o período permanece em R$ 29 milhões, montante referente apenas à restrição operativa. A estimativa de custos decorrentes do descolamento entre CMO e PLD para agosto, por sua vez, é de R$ 60 milhões.