EDP Starter Brasil anuncia selecionadas para período de aceleração

Segunda edição do programa irá apoiar seis startups com projetos relacionados a inovação digital, soluções com foco no cliente e armazenamento de energia

A EDP Starter Brasil anunciou a definição das seis startups que irão participar da segunda edição do seu programa de aceleração. As empresas terão a oportunidade de consolidar seus modelos de negócio e desenvolver provas de conceito de suas soluções a fim de testá-las nos ativos da EDP.

As propostas selecionadas preveem soluções e melhorias nas áreas de inteligência artificial, gestão de serviços de campo, big data e analytics, serviços financeiros com novos meios de pagamento, plataforma de educação inteligente e armazenamento de energia com baterias.

Para Livia Brando, executiva de inovação da EDP, é possível notar que o nível de maturidade das startups brasileiras vem crescendo de forma surpreendente. “Entre as participantes, conseguimos selecionar as que estão em fase de escala e tração no mercado, com soluções já validadas. Nosso intuito é acelerar o desenvolvimento dos seus projetos e gerar negócios com essas empresas, visando a implementar as novas soluções ao longo da cadeia de valor, comentou a executiva.

Com o apoio da Tropos, consultoria especializada em inovação, as startups 4Vants (Curitiba – PR), Btime (São Paulo – SP), Dom Rock (Campinas – SP), Ewally (São Paulo – SP), Mgov (São Paulo – SP) e Sami (Campinas – SP) passarão por um processo de aceleração e desenvolvimento durante dois meses, com mentoria de executivos da EDP e de especialistas do mercado, acesso a espaços de coworking no Wework, e assessoria em diversas áreas de negócio, customizadas para as necessidades de cada empreendedor.

O programa também contempla a possibilidade de investimento de até R$ 10 milhões pela EDP Ventures Brasil, desenvolvimento de projetos-piloto e participação em outras competições, como o Seed Race e o EDP Open Innovation, além da oportunidade de visitar o WebSummit 2018, em Lisboa.

“O EDP Starter tem a capacidade de gerar um pipeline de startups a serem avaliadas pela EDP Ventures Brasil para investimento em capital de risco. Por ser a primeira Corporate Venture Capital do mercado elétrico brasileiro, potencializamos o papel da Companhia, apoiando e fomentando o ecossistema empreendedor do País”, destacou Cássio Vidigal, executivo da EDP Ventures Brasil.

O programa terá sua grande final em setembro, quando as startups se reunirão em um Demoday para apresentar sua evolução ao longo do programa a um público diverso, com executivos da EDP Ventures Brasil, investidores de mercado e parceiros de negócio.

Em parceria com o StartSe, o programa de aceleração ainda levará o CEO da equipe vencedora para uma Missão na China, onde passará uma semana em uma imersão focada em inovação.