Compra da empresa de energia solar custou R$ 35 milhões à Engie

Valor corresponde a 50% das ações ainda não detidas pela geradora franco-belga

A Engie pagou R$ 35,1 milhões pela compra de 50% das ações ainda não detidas na Engie Geração Solar Distribuída, informou a companhia em comunicado ao mercado na última sexta-feira, 10 de agosto.

Inicialmente, o valor do negócio não havia sido revelado, porém a empresa informou que a operação não constituía em investimento relevante, razão pela qual não foi submetida à ratificação de acionistas em assembleia geral.

Segundo a Engie, o ingresso da empresa no segmento geração solar distribuída representou um passo estratégico fundamental. No primeiro trimestre de 2018, a Engie Geração Solar Distribuída instalou 260 sistemas, com capacidade instalada de 1.219 kWp, um crescimento de 25,9% quando comparado ao primeiro trimestre de 2017, que foi de 968 kWp instalados, em 56 sistemas.

Desde o início de suas operações a Engie Geração Solar Distribuída atingiu o total de 1.788 sistemas, com capacidade instalada de 9.744 kWp, estando presente em 16 estados.

A entrada da empresa franco-belga Engie no mercado de geração distribuída no Brasil foi concretizada após a compra de 50% das ações da Araxá Energia Solar em 2016. Na época, o valor investido foi de R$ 24 milhões.

(Nota da Redação: matéria alterada às 13:12 horas do dia 15 de agosto de 2018 para correção da sigla usada em referência ao nome da empresa de energia solar)