Alterações nos critérios de acionamento de usinas serão discutidas em audiência pública

Proposta torna mais flexível operação de hidrelétricas acima de 30 MW, que não sejam necessárias à segurança do sistema

A adequação dos Procedimentos de Rede para tornar mais flexível o despacho de hidrelétricas acima de 30MW, que não sejam necessárias à segurança de operação do Sistema Interligado, entrará em audiência pública nesta quinta-feira, 30 de agosto.

A proposta da Agência Nacional de Energia Elétrica também incorpora aos procedimentos do Operador Nacional do Sistema Elétrico a modalidade de operação de usinas do tipo II-C. Essa categoria inclui um conjunto de empreendimentos que  individualmente não impactam a operação do SIN, mas, em conjunto, injetam potência significativa ao sistema, por compartilharem o mesmo o mesmo ponto de conexão.

As contribuições à proposta serão recebidas até 15 de outubro pelo e-mail ap041_2018@aneel.gov.br, ou por correspondência para o endereço da agência (SGAN, Quadra 603, Módulo I, Térreo, Protocolo Geral, CEP: 70830-110), Brasília (DF).