IBS Energy investe R$ 300 milhões em termelétrica em São Paulo

Usina terá 50 MW de capacidade e deve iniciar a produção de energia a partir de meados de 2021

A IBS Energy vai investir R$ 350 milhões na construção de uma termelétrica movida a cavado de madeira em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo. A usina terá 50 MW de capacidade e deve iniciar a produção de energia a partir de meados de 2021.

Nesta semana houve cerimônia de descerramento da placa, que marcou o início da construção da usina. A obra deve gerar 200 empregos diretos e perto de 600 em todo o sistema, que compreende manejo florestal e logística de transporte. Durante o período de construção, serão 500 postos de trabalho.

Lençóis Paulista foi escolhida por reunir todas as condições para a construção da usina termelétrica que tem como fonte biomassa com cavaco de madeira. A cidade e região dispõem de um maciço florestal de, aproximadamente, 320 mil hectares, quantidade mais que suficiente para atender a demanda da usina.

“Soma-se a isso, disponibilidade de mão de obra especializada. Todo o processo de geração de energia – do plantio à geração propriamente dita – será certificado e pronto para o aproveitamento de créditos de carbono; tudo em conformidade com novas e incrementais exigências do mercado”, comenta Antônio Bento, CEO do Grupo IBS Energy.

As incertezas sobre a real capacidade do sistema energético brasileiro em atender novas demandas oriundas de um crescimento da economia foi o principal fator da decisão tomada pelo grupo. Com formato inédito de comercialização, a proposta de negócio tem modelagem financeira capaz de gerar uma TIR real – Taxa Interna de Retorno – ao redor de 13% para aquelas empresas que aderirem ao projeto. O leilão para participação na usina por meio de cotas está marcado para o dia 25 de outubro.