CCEE usa streaming e passa a liberar dados de medição instantes após a coleta

Solução combinada com big data permite tratar 1.200 coletas de medidores em apenas um minuto, processando dados em tempo real, que podem ser acessados a qualquer momento no SCDE

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica informou que os dados de medição relativo aos agentes no Sistema de Coleta de Dados de Energia – SCDE passam a estar disponíveis para acesso poucos minutos após a recepção da coleta, com a consulta podendo ser realizada a qualquer momento.

Até então, o processo diário de medição era sequencial, com os dados sendo coletados entre 0h e 10h. Depois iniciava-se o tratamento e somente após a conclusão do processo as informações eram disponibilizadas ao mercado, o que ocorria no período da tarde. O intervalo mínimo entre o tratamento de dados e a publicação de resultados era de aproximadamente cinco horas. Nesse modelo, apenas no período da tarde era possível visualizar os dados de medição do dia anterior.

Com a nova tecnologia desenvolvida pela CCEE, os dados coletados são tratados e disponibilizados logo que chegam na entidade, por conta de uma solução combinada de streaming e big data. Trata-se de um conceito semelhante aos serviços de vídeo on demand, nos quais o espectador assiste um filme ao mesmo tempo em que as imagens são baixadas.

“Como o tratamento das medições é realizado em tempo real, quanto mais cedo os agentes disponibilizarem as medições para a coleta, mais cedo terão acesso aos dados atualizados nos relatórios no SCDE”, observa o gerente executivo de Arquitetura de Sistema, Dario Almeida.

Segundo Almeida, a mudança tem caráter estrutural, sendo altamente escalável e projetada para suportar o processamento simultâneo de grandes volumes de dados, bem como o crescimento do número de agentes ao longo dos próximos anos. “A nova solução permite tratar 1.200 coletas de medidores em apenas um minuto Os agentes que disponibilizarem as medições para coleta a partir da meia noite já terão acesso às suas informações assim que chegarem ao escritório, trazendo um grande ganho operacional aos agentes”, prevê.

Esta nova versão do módulo traz uma mudança na visualização das informações: diariamente, o SCDE preencherá automaticamente o relatório do dia com a indicação de “dados faltantes”. À medida que os dados forem coletados, essa indicação é substituída pelas informações consolidadas. Tal mecânica é necessária por conta da estrutura de tratamento e disponibilização ininterrupta dos dados.

ClientSCDE versão 2.0

 Em maio deste ano, a CCEE disponibilizou aos agentes de medição uma versão mais moderna do ClientSCDE, aplicação utilizada para viabilizar a coleta do arquivo de medição gerado pela Unidade Central de Medição – UCM. O objetivo foi ampliar a eficiência e o desempenho do processamento dos dados, diante do contexto de aumento na quantidade de arquivos coletados diariamente, motivado principalmente pela expansão da comercialização de energia no mercado livre.

Atualmente todos os agentes de medição utilizam a nova versão do aplicativo. O aumento na velocidade da coleta com a versão 2.0 somado com essa nova tecnologia de tratamento dos dados torna o processo de medição mais veloz para o mercado.mercad