BNDES anuncia gestora do novo FIDC

JGP Asset Management ficou em 1º lugar entre oito empresas de recursos que participaram do certame em chamada pública. Objetivo do Fundo é investir em debêntures incentivadas para projetos de infraestrutura

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social confirmou a JGP Asset Management como gestora do novo Fundo de Investimento em Direitos Creditórios – FIDC, que terá como objetivo aplicar recursos em debêntures incentivadas de projetos de infraestrutura, através de um capital de aproximadamente R$ 500 milhões. O anúncios foi feito nesta sexta-feira, 16 de novembro.

O processo seletivo aconteceu por meio de chamada pública, e contou com a participação de oito instituições. A melhor colocada foi a JGP, selecionada por apresentar melhor combinação de nota técnica e nota comercial. As gestoras Votorantim Asset Management e Itaú Asset Management, foram respectivamente segunda e terceira colocadas no certame, e formarão o cadastro de reservas.

O FDIC parte de um portfólio pré-existente, com ativos de boa qualidade de crédito, que atualmente compõem a carteira de debêntures de projeto do BNDES. Esse diferencial contribui para a mitigação do risco de originação de ativos e de desenquadramento na Lei 12.431/2011, que proporciona benefício tributário para os cotistas do Fundo.

Com a iniciativa, além de criar mais uma fonte de financiamento a projetos de infraestrutura, o Banco espera aumentar a base de investidores e incrementar a liquidez de títulos de infraestrutura, bem como securitizar parte de sua carteira, alienando ativos nos quais entende que já cumpriram suas missões institucionais.

A estratégia do BNDES, que não será cotista do FDIC, está em linha com o compromisso de desenvolvimento do mercado de capitais de renda fixa e financiamento privado de longo prazo, viabilizando o funding e a implementação dos projetos que reduzem gargalos e geram empregos em infraestrutura.