Itaipu supera 9 milhões de MWh de geração em novembro

É a primeira vez que a usina supera a marca em um mês de 30 dias em seus 34 anos de operação

A UHE Itaipu (14 GW, Brasil/Paraguai) conseguiu contribuir com mais de 9 milhões de MWh num mês corrido de 30 dias em seus 34 anos e meio desde que começou a operar. No melhor novembro do ranking histórico, a geração chegou a 9,28 milhões de MWh. No acumulado do ano a usina do rio Paraná produziu 88,47 milhões de MWh.
O índice de disponibilidade das unidades geradoras chegou a 97,97%. A indisponibilidade forçada, índice que mede a impossibilidade das unidades geradoras produzirem por falha de equipamento ou humana, foi de 0,09%, segundo dados fornecidos pela Itaipu Binacional. Já a produtividade medida pelo fator de capacidade operativa, índice que mede o aproveitamento da água que passou pela usina e efetivamente gerou energia, foi de 99,2%.
Até agora, a produção parcial da usina de Itaipu em 2018 daria para atender o Brasil por dois meses e oito dias ou, ainda, a cidade de São Paulo, por três anos e três meses.
Quando comparada com a geração eólica, embora essa fonte seja uma das mais promissoras e que mais cresceu nos últimos anos, a produção de Itaipu em 2018 representa o dobro de toda a geração somada de todo o parque eólico do Brasil neste ano. De janeiro até novembro deste ano as eólicas tiveram uma produção da ordem de 42,4 milhões de MWh, ante 88,47 milhões de MWh da Itaipu.