Alupar e Taesa obtém licenção de instalação na Bahia

Projeto de transmissão está localizado na Bahia e tem 168 quilômetros de extensão

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), órgão ambiental do estado da Bahia, concedeu a licença de instalação para o empreendimento referente ao lote M da 1ª etapa do Leilão de Transmissão nº 013/2015, realizado em abril de 2016. A portaria nº 17.646, de 8 de janeiro de 2019, publicada no Diário Oficial daquele estado e traz a autorização para a construção do projeto que consiste em linha de transmissão com extensão de aproximadamente 168 km que conectará as concessões Interligação Elétrica Paraguaçu e Interligação Elétrica Aimorés, empreendimentos em construção, ao Sistema Interligado Nacional.
O empreendimento é da Empresa Diamantina de Transmissão de Energia (EDTE) e foi arrematado indiretamente pela Taesa e Alupar. A Taesa participa em parceria com a sua coligada Empresa Norte de Transmissão de Energia e a Apollo 12 Participações, na proporção de 24,95%, 50,10% e 24,95%, respectivamente. O prazo estabelecido em contrato pela Agência Nacional de Energia Elétrica para a entrada em operação do projeto é dezembro de 2019.