Sem chuvas, PLD sobe 3% no Sul e Sudeste

No Nordeste e no Norte o preço permaneceu no mínimo de R$ 42,35/MWh

A redução de afluências na região Sul do país fez o preço da energia no mercado spot subir 3% nos submercados Sul e Sudeste/Centro-Oeste, informou nesta sexta-feira, 12 de abril, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). “A CCEE informa que o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 13 e 19 de abril subiu 3% nos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul, ao sair de R$ 181,41/MWh e ir para R$ 186,94. No Nordeste e no Norte o preço permaneceu no mínimo de R$ 42,35/MWh. A principal responsável pelo aumento do PLD foi a redução nas afluências previstas para o Sul, que passaram a ficar abaixo da média histórica (de 113% para 99% da MLT)”, diz o comunicado.

Para o sistema interligado como um todo, as afluências de abril foram revistas de 79% para 85%, estando abaixo da média para todos os submercados. Com exceção do Sul, informou a CCEE, as demais afluências seguem uma alta dos valores, no Sudeste (89% para 92%), no Nordeste (48% para 53%) e no Norte (87% para 96%) da MLT.

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 595 MW médios mais altos em relação ao esperado, com elevação esperada no Sudeste (+410 MW médios) e no Nordeste (+415 MW médios). No Sul, os reservatórios estão 225 MW médios mais baixos, e no Norte, não houve alteração.

A expectativa é que a carga prevista fique em torno de 275 MW médios mais alta para o Sistema Interligado Nacional, com elevação de 265 MW médios no Sudeste e 20 MW médios no Nordeste, e com pequena redução de 10 MW médios no Norte para a próxima semana. No Sul, não houve alteração na previsão de carga apresentada na semana passada.

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) para o mês de abril foi revisto de 118,3% para 119,7%. O Encargo de Serviço do Sistema (ESS) previsto para abril está em R$ 323 milhões, sendo R$ 49 milhões referentes às restrições operativas e R$ 274 milhões à reserva operativa. A CCEE ponderou que, considerando a atual conjuntura do sistema, a previsão de encargos pode variar.