Copel lucra R$ 346,9 milhões no segundo trimestre

Valor é 2,4% inferior ao registrado no mesmo período de 2018. EBITDA atingiu R$ 947 milhões, 13,3% acima na comparação anual

A Copel encerrou o segundo trimestre de 2019 com lucro líquido de R$ 346,9 milhões, montante 2,4% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado. Já a receita líquida da estatal paranaense cresceu 1,7% no período, ficando em R$ 3,66 bilhões. O ebitda teve aumento de 13,3% na comparação anual, chegando a R$ 947 milhões. O programa de investimentos diminuiu em 6,5%, ao passar de R$ 603,5 milhões no mesmo trimestre em 2018 para R$ 564,5 milhões neste ano.

Segundo a companhia, o salto no ebitda é explicado pelo aumento de 2,3% no volume de energia vendida aos consumidores finais, destacando-se a elevação de 17,7% no mercado livre industrial da Copel GT e Copel Com, além do faturamento dos contratos de CCEAR de Baixo Iguaçu, Colíder e Cutia, do crescimento de 1,4% no volume do mercado fio da Copel Distribuição e pela redução de 15,9% nos custos com “energia elétrica comprada para revenda” em virtude do maior GSF no período e menor PLD médio.