Volume cai 0,6% no submercado Norte, que opera a 61%

Segundo o ONS, níveis seguem em queda em todos reservatórios do país, o que tem sido observado desde o início de agosto. Região Nordeste teve redução de 0,2% e funciona com 47,2% de sua capacidade de armazenamento

Seguindo um movimento observado desde o começo de agosto, todos reservatórios do país apresentaram queda em suas capacidades de armazenamento. A região Norte contou com recuo atípico para seu submercado, de 0,6%, e funciona com 61% de sua capacidade, segundo dados relativos a operação da última terça-feira, 10 de setembro, registradas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A energia armazenada para aparece com 9.186 MW mês, enquanto a afluente está em 75% da MLT. A usina hidrelétrica de Tucuruí opera com 83,21% de seu volume útil.

No Nordeste a diminuição foi de 0,2%, fazendo o volume útil cair para 47,2%. A energia afluente se encontra com 46% e a armazenada indica 24.446 MW mês. A hidrelétrica de Sobradinho funciona a 39,96%. Já a região Sul registrou o maior recuo do dia: 0,7%, deixando os reservatórios com 48,1%. A energia contida no mês segue em 24% da MLT, enquanto a armazenada admite 9.899 MW. As UHEs G.B Munhoz e Passo Fundo funcionam, respectivamente, com capacidades de 31,06% e 50,47%.

Por sua vez o Sudeste/Centro-Oeste do país contou com redução de 0,3% nos níveis e os reservatórios apresentam 37,1% da capacidade. A energia armazenada registra 75.384 MW mês e a afluente permanece em 78% da MLT. A UHE Furnas trabalha com 38,44% e a usina de Serra da Mesa com 19,48% de sua vazão.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor, disponível para assinantes do CanalEnergia.