Workshop no MME debate recuperação energética de resíduos

Evento promovido pelo ministério em parceria com a Abren vai reunir especialistas brasileiros e internacionais

Especialistas brasileiros e internacionais participarão no próximo dia 17 de outubro, no Ministério de Minas e Energia, de workshop sobre recuperação energética de resíduos para produção de energia por meio de usinas Waste-to-Energy. O evento promovido pelo Ministério de Minas e Energia, em parceria com a Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos, é o quarto de uma série de debates sobre fontes energéticas no âmbito do planejamento de longo prazo.

O embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardino, é um dos convidados do painel de abertura, que terá também o presidente do Fórum das Associações do Setor Elétrico e do Conselho de Administração da Abren, Mário Menel, e o secretário de Planejamento Energético do MME, Reive Barros. Estão previstos ainda representantes dos ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Regional, além da Agência Nacional de Energia Elétrica.

Os especialistas italianos Lorenzo Maggioni e Michele Panella vão falar em seguida sobre o que esta sendo feito na Itália para promover e incentivar a recuperação energética de resíduos. O presidente da Abren, Yuri Schmitke, fará uma apresentação sobre a regulação nacional e internacional de WTE, e a engenheira ambiental Hélinah Cardoso Moreira, que trabalha na agência alemã de cooperação GIZ, dará palestra sobre gestão sustentável e integrada de resíduos como instrumento de política climática.

A programação inclui ainda participação de representantes da ONU, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Programa de Parcerias de Investimentos, Confederação Nacional da Indústria, Confederação Nacional do Comércio, Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura do Ministério da Economia e Confederação Nacional dos Municípios. Outros especialistas do setor falarão sobre as tecnologias WTE, projetos, certificação verde e aplicação do biogás na agroindústria.

Yuri Schmitke explicou que o tema ainda é pouco conhecido pela sociedade brasileira, e o evento vai mostrar os potenciais benefícios da valorização energética da fração não reciclável do lixo produzido pela população. Existem atualmente mais de 2 mil usinas WTE em operação no mundo em países como Estados Unidos, China, Coréia do Sul e Índia e na União Europeia.

“O Brasil produz cerca de 80 milhões de toneladas de lixo por ano, segundo dados de 2017. Apenas 2% disso é reciclado, sendo que a maior parte desse resíduo é depositado em aterros sanitários (59%) e lixões (37%), criando um passivo enorme para o meio ambiente e para a sociedade. Queremos mostrar que a valorização energética da fração não reciclável dos resíduos pode ser mais bem aproveitada”, disse o presidente da Abren. Os interessados em participar do workshop poderão solicitar inscrição pelo email eventos.die@mme.gov.br , com identificação do evento, nome completo, órgão/empresa, e-mail e telefone.