Operação Descarte faz Receita autuar Renova Energia em R$ 89,6 milhões

Infrações são por irregularidades no IRPJ, CSLL e IRRF. Empresa vai analisar punição e promete recorrer

A Renova Energia informou em comunicado ao mercado nesta quarta-feira, 30 de outubro, que a Receita Federal lavrou auto de infração à empresa, questionando a apuração dos cálculos dos Imposto de Renda Pessoa jurídica, Contribuição Social sobre o Lucro Líquido e Imposto de Renda Retido na Fonte. Os autos foram emitidos com base na “Operação Descarte” e somam quase R$ 90 milhões. A autuação compreende os valores de R$ 8.036.715,86 a título de IRPJ, R$ 2.893.217,69 a título de CSLL e R$ 78.387.828,86 a título de IRRF, incluindo, em todos os casos, multas e juros.

De acordo com a Renova, ela vai avaliar com seus assessores a fundamentação desse auto de infração e após essa avaliação, vai apresentar uma impugnação dentro do prazo regulamentar. A Operação Descarte investiga uma rede de empresas fantasmas usadas para esquema de lavagem de dinheiro. Na quarta fase da operação, batizada de ‘E o Vento Levou”, a investigação foi em cima de contratos suspeitos da Renova.