EDP ES investirá R$ 3,8 milhões para projetos de Eficiência Energética em 2020

Objetivo é incentivar propostas que contribuam para o combate ao desperdício e redução do consumo de energia na área de concessão da distribuidora

A EDP Espírito Santo divulgou o início de sua Chamada Pública para Projetos voltados à eficiência energética, disponibilizando um total de R$ 3,81 milhões para o incentivo de propostas que tenham como objetivo a conservação e o uso racional da energia elétrica, e que serão aplicados pela distribuidora no próximo ano. Com R$ 1,9 milhão, a área de iluminação pública angariará a maior parte do aporte, seguida pelas melhorias em instalações residências, com R$ 1,1 milhão, no Poder Público, com R$ 500 mil e R$ 300 mil para Hospitais Públicos e Entidades Beneficentes Sem Fins Lucrativos. As inscrições podem ser feitas até 21 de fevereiro de 2020, pelo portal da Chamada Pública da EDP (CPP 001/2019), neste endereço.

A CP de Eficiência Energética da concessionária abrange iniciativas com beneficiários públicos e privados, estimulando o desenvolvimento de novas tecnologias e a criação de hábitos e práticas racionais no uso da energia elétrica. Os projetos devem trazer ideias para melhorias ou de substituição de instalações na rede, equipamentos e sistemas de controle de uso de eletricidade, afim de reduzir o consumo energético em residências, prédios públicos, hospitais públicos e entidades beneficentes sem fins lucrativos, além de prover iluminação pública.

Na edição anterior, foram beneficiados projetos como a modernização do sistema de iluminação do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves e do sistema de Condicionamento Ambiental no Hospital Evangélico de Vila Velha, além da implantação de uma micro geração fotovoltaica nas instalações do Asilo dos Idosos de Vitória.

Além da eficientização da iluminação do Hospital Madre Regina PROTMANN, em Santa Tereza, e dos sistemas de iluminação pública e implementação de um sistema de telegestão no município de Montanha, houveram iniciativas nos sistemas de iluminação e a implantação de um sistema de geração solar no Terminal do IBES (CETURB-GV), da ArcelorMittal e a implantação do projeto Eficiência Solidária, que realizou a substituição de 30 mil lâmpadas de maior consumo por LED, de clientes residenciais, por meio de ações itinerantes nos municípios de Castelo, Apiacá, Mimoso do Sul e Cachoeiro de Itapemirim.