Desarme em subestação paulista interrompe 266 MW do SIN

Ocorrência na SE Henry Borden aconteceu na madrugada da última quinta-feira (5). ONS também reporta desligamentos em LT e UHE no Pará, com corte de 124 MW

O desligamento automático da subestação Henry Borden, em Cubatão (SP), provocou o corte de 266 MW de carga da CPFL Energia nas cidades de Santos, Praia Grande e parte de Cubatão na madrugada da última quinta-feira (5), mais precisamente às 05:13 horas, informou o sistema de supervisão do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Segundo o Operador, a ocorrência no setor de 88 kV da SE causou também a rejeição da geração de 19 MW da hidrelétrica Henry Borden Externa. A normalização dos equipamentos e recomposição das cargas contabilizaram 1 hora e 28 minutos. Por sua vez a UHE demorou mais de duas horas para ser religada, com sua produção sendo normalizada às 07:30.

Já na parte da tarde, o desarme da Linha de Transmissão 230 kV Altamira/Transamazônica C1, no Pará, provocou o isolamento das subestações Transamazônica, Tapajós, Tapajós II, Rurópolis e Itaituba/Caima, além do desligamento da hidrelétrica Coruá Una, com perda de 24 MW para o sistema. De acordo com o ONS, houve a interrupção de aproximadamente 120 MW de cargas da Celpa no oeste paraense, devidamente recompostas em 33 minutos.