Operação comercial da UTE Araucária é prorrogada pela Aneel

Decisão contempla três unidades geradoras, num total de 484,1 MW

A usina termelétrica Araucária, localizada no Paraná, teve sua operação comercial prorrogada pela Agência Nacional de Energia Elétrica. A decisão, informada através de despacho publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 2 de janeiro de 2020, envolve as unidades geradoras UG1, UG2 e UG3, totalizando 484,1 MW de capacidade instalada no município de Araucária.

A Copel informou ainda em comunicado ao mercado que fechou contrato de suprimento de combustível com a Petrobras para a UTE. A vigência do acordo se dá entre 1º de janeiro e 20 de fevereiro de 2020 e prevê o fornecimento de 2.150.000 metros cúbicos de gás natural por dia, sem obrigatoriedade de retirada. Com isso, apontou a estatal, a usina permanecerá disponível ao SIN e poderá ser despachada a critério do ONS.

A Aneel também deu provimento a empresa Cinética Energia Ltda. e deliberou a operação em teste de uma turbina de aproximadamente 1,2 MW da Central de Geração Hidrelétrica Rafael Arabutã, situada no município de Arabutã, Santa Catarina.