Embaixada do Reino Unido no Brasil trocará frota por elétricos

Iniciativa do Ministério das Relações Exteriores britânico vai abranger 30 países e faz parte de programa para reduzir emissões

O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido, o Foreign Commonwealth Office (FCO), está substituindo os automóveis oficiais dos diplomatas no Brasil e no mundo por veículos híbridos ou totalmente elétricos. A iniciativa, que ocorrerá inicialmente em 30 postos ao redor do mundo, é parte de um programa para reduzir as emissões de carbono e tornar o serviço diplomático britânico “o mais verde do mundo”. No Brasil, a Embaixada em Brasília receberá uma Land Rover modelo Range Rover PHEV híbrida e os Consulados-Gerais no Rio de Janeiro e São Paulo receberão um Jaguar I-Pace totalmente elétrico.

As embaixadas do Reino Unido em Oslo, na Noruega e no Vaticano já substituíram seus carros oficiais. Outros 30 postos estão entre os primeiros a receberem um veículo oficial totalmente elétrico ou híbrido até abril de 2020. Estações de carregamento rápido também serão instaladas nos postos como parte do programa por aqui.  Brasília já possui um carro oficial totalmente elétrico, o Nissan Leaf Tekna, que foi o primeiro do seu modelo adquirido por uma embaixada no Brasil.

O FCO está empenhado em atingir as metas estabelecidas para que todos os departamentos governamentais tenham uma frota elétrica de 25% até 2022 e uma frota totalmente convertida até 2030.

O Ministério também está ampliando o uso de energia solar em seus edifícios para reduzir sua pegada de carbono e eliminando plásticos de uso único em todos os seus postos no mundo – o que evita que 142 mil itens terminem em aterros sanitários, todo ano. De acordo com Vijay Rangarajan, embaixador britânico no Brasil, as  mudanças do clima são o maior desafio do nosso tempo. Segundo ele, fazer uso de uma frota de carros oficiais elétricos pelos diplomatas será um instrumento de alta visibilidade para mostrar a liderança internacional do Reino Unido quanto à diplomacia nas mudanças climáticas.

O Reino Unido sediará a COP 26 em 2020, em Glasgow. A 26ª conferência da ONU sobre mudanças climáticas reunirá mais de 30.000 delegados de todo o mundo, incluindo especialistas em clima, líderes empresariais e cidadãos, para chegar a um acordo sobre ações ambiciosas para combater as mudanças climáticas.