Vestas quer zerar produção de resíduos até 2040

Pás e hubs não são atualmente constituídas por materiais não recicláveis e estão no foco da atuação da empresa que pretende apresentar a estratégia em dois anos

A fabricante de turbinas eólicas dinamarquesa Vestas quer zerar a produção de resíduos em seu processo industrial até 2040, informou a companhia nesta segunda-feira, 20 de janeiro. Resíduos provenientes somente de pás de turbinas eólicas podem chegar a 43 milhões de toneladas até 2050. Hoje, as turbinas eólicas são, em média, 85% recicláveis, mas as pás e hubs possuem materiais compostos não recicláveis.

“Agora, além da contribuição positiva de seus produtos, a Vestas está expandindo o seu foco sustentável para lidar também com os resíduos gerados em sua cadeia de valor. É com entusiasmo que anunciamos nossa intenção de produzir turbinas resíduo zero até 2040, reafirmando nosso compromisso para incluir a sustentabilidade em tudo o que fazemos”, diz a nota divulgada à imprensa.

A Vestas figura como a maior fabricante de aerogeradores do mundo, segundo seus cálculos são mais de 101 GW de capacidade instalada em 80 países. A companhia é a primeira em seu segmento a se comprometer a zerar a produção de resíduos. Isso será alcançado por meio do desenvolvimento e implementação de uma nova estratégia de gestão de resíduos, introduzindo uma abordagem de economia circular em diferentes etapas da cadeia de valor: design, produção, serviços e fim de vida. A estratégia será apresentada dentro de dois anos.

No programa serão considerados todos os aspectos do ciclo de vida das turbinas, com o objetivo de melhorar a reciclabilidade das pás, hubs e naceles. O primeiro passo será melhorar a capacidade de reciclar todas as pás e hubs, passando de 44% para 50% até 2025 e para 55% até 2030. Iniciativas para lidar com o manejo de pás fora de uso serão criadas. Estas contarão com novas tecnologias de reuso de materiais compostos, como fibra de vidro, e recuperação de peças plásticas. A Vestas também implementará um novo processo para o descarte desses componentes, dando suporte a clientes sobre como reduzir a quantidade de resíduos destinados a aterros.