Eletrosul deve antecipar ampliação de subestação para maio

Companhia avança com 75% das obras de expansão do sistema para a Região Metropolitana da Serra Gaúcha, elevando a capacidade da SE Farroupilha para 264 MVA

A CGT Eletrosul anunciou que trabalha com a expectativa finalizar as obras de ampliação “F” da subestação Farroupilha até o mês de maio. De acordo com o Departamento de Engenharia do Sistema da concessionária, as atividades seguem em bom ritmo, o que permitirá a antecipação de energização do empreendimento, que terá a capacidade aumentada, passando de 176 MVA para 264 MVA e beneficiando a Região Metropolitana da Serra Gaúcha, que ficará menos propensa a sobrecargas no sistema de transformação.

A iniciativa consiste na instalação de um autotransformador trifásico e seus respectivos módulos de conexão, no arranjo barra dupla a cinco chaves em 230 kV e barra simples em 69 kV, com ampliação e adequação do módulo de infraestrutura geral da unidade. O empreendimento encontra-se com 75% de sua execução finalizada e recebeu um investimento total aproximado de R$ 20 milhões. O prazo limite de conclusão, estipulado pela Aneel, é 20 de outubro.

Segundo a companhia, a etapa de terraplenagem foi concluída recentemente, com todas as fundações de equipamentos de pátio e pórticos sendo executadas, tanto no pátio de 230 kV, da Eletrosul, quanto no de 69 kV, da CEEE-GT. Na etapa de montagem eletromecânica dos equipamentos, resta ser finalizada a instalação de uma chave seccionadora de 69 kV, o que depende de aprovação de desligamento da linha de interligação Bento Gonçalves 1 – Farroupilha 1 (69 kV), no pátio da CEEE-GT. Ainda nesta fase, faltam ser realizadas as montagens do autotransformador 230/69 kV (88 MVA) e do cabo isolado em 69 kV. A previsão de início das duas atividades é março e abril, respectivamente.