GE consegue aval do Finame para turbina Cypress

Procedimento torna equipamento passível de ser financiado pelo BNDES

A GE Renewable Energy anunciou que obteve o Código Finame para a Cypress, a maior turbina eólica onshore da empresa, após a aprovação pelo BNDES do processo de credenciamento deste modelo de aerogerador. O procedimento certifica o cumprimento dos requisitos exigidos para a nacionalização dos componentes estabelecidos pelo banco de fomento e oferece condições especiais de financiamento aos clientes interessados em adquirir o equipamento por meio das linhas de crédito da instituição.

O lançamento da Cypress no Brasil tem sido um grande marco do compromisso da GE com a produção nacional. Mais de 60% dos componentes da máquina serão fabricados no país, tanto nas fábricas da GE, em Camaçari (BA) e Suape (PE), quanto em outros fornecedores locais. Atualmente, cerca de 20 fornecedores, em cinco estados, estão sendo desenvolvidos pela empresa para fabricação de sua nova turbina, incluindo a fabricante de torres eólicas TEN, joint venture da GE localizada em Jacobina (BA).

A GE já anunciou dois acordos para venda da Cypress no Brasil, somando cerca de 285 MW de capacidade instalada adicional. A instalação das primeiras unidades da Cypress no país está prevista para o último trimestre deste ano e as turbinas irão operar com potência de 4.8 MW a 5.3 MW, estabelecendo um marco para a geração eólica brasileira.