Aneel define CVUs das UTEs Norte Fluminense e Termopernambuco

Agência também determinou o custo de R$ 483,02 MWh para UTE Araucária, em período entre fevereiro e abril, sem inclusão dos custos fixos

A Agência Nacional de Energia Elétrica aceitou o pedido da UTE Norte Fluminense e revisou o valor do Custo Variável Unitário referentes aos meses de janeiro e fevereiro de 2020. O Operador Nacional do Sistema Elétrico e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica deverão aplicar os valores do CVU de janeiro para os patamares 1, 2 e 3, nos montantes de R$ 67,38/MWh, R$ 78,44/MWh e R$ 149,47/MWh, e do valor do CVU de fevereiro para o patamar 4, fixado em R$ 436,73/ MWh, a partir da primeira revisão do Programa Mensal de Operação.

A Aneel também atendeu ao pedido da UTE Termopernambuco e autorizou que o ONS e a CCEE utilizem o CVU de R$ 138,86/MWh a partir da primeira revisão do Programa Mensal de Operação após a publicação do despacho autorizativo.

Outro provimento foi para a empresa UEG Araucária Ltda, responsável pela UTE Araucária, que passará a utilizar, no período de 21 de fevereiro de 2020 a 30 de abril de 2020, o CVU de 483,02/MWh, sem a inclusão dos custos fixos, que no caso subiria para 681,79/MWh. Já o montante de geração necessário à recuperação dos custos fixos da usina ficou estipulado em 640.872 MWh, sendo apurado a partir de 9 de outubro de 2019.