Bandeira verde continua em abril, define a Aneel

Projeção de queda na demanda e volume de chuvas perto da média histórica mantiveram a sinalização pelo terceiro mês seguido

Como esperado, a Agência Nacional de Energia Elétrica definiu que em abril a bandeira tarifária continua a ser verde. Esse é o terceiro mês seguido que a sinalização que não incide custo adicional para os consumidores é verificada.
A explicação é que as chuvas contribuíram para a recuperação dos níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas nas principais bacias hidrográficas do país ao longo do mês de março. E ainda pontua que apesar de abril ser um mês em que tipicamente se inicia a transição entre o período úmido e o seco, a previsão é de manutenção da condição hidrológica favorável nas principais bacias do SIN.
Esse fator indica um cenário de continuidade da elevada participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia. Além disso, destacou a Aneel, ainda há a perspectiva de queda expressiva na demanda de abril, mais cedo o ONS informou que a projeção é de queda de 8,1% ante uma expectativa anterior de expansão de 2%.
Essa perspectiva refletiu-se na redução do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.