Brookfield vai doar R$ 3 milhões para fundo emergencial da Fiocruz

Recursos irão para compra de kits diagnósticos. IBP também vai apoiar programa Unidos Contra a Covid-19

A Brookfield Energia Renovável doará R$ 3 milhões para o fundo emergencial da Fundação Oswaldo Cruz, através do programa Unidos Contra a Covid-19, lançado pela instituição. O recurso será destinado à aquisição de kits para diagnóstico da Covid-19 e apoio às famílias em situação de vulnerabilidade. Ainda somando esforços na luta pelo combate à pandemia, a geradora de energia mobilizou funcionários voluntários para atuar em parceria com 10 outras ações sociais, entre elas as campanhas desenvolvidas pela Ação Cidadania e Central Única das Favelas.

De acordo com  André Flores, Diretor Executivo da empresa, é sabido que o caminho ainda é longo, mas há a plena confiança na competência técnica de instituições como a Fiocruz. Segundo ele, a Fundação é uma referência, tanto nacional quanto internacionalmente, na área de ciência e saúde. Para Flores, a união de esforços é fundamental para superar os desafios que se apresentam.

As doações recebidas pela Fiocruz amplificarão projetos e ações que incluem a construção do Centro Hospitalar para a Pandemia de Covid-19 – Instituto Nacional de Infectologia, que atenderá pacientes com quadros graves da doença; a produção de testes moleculares; a ampliação da capacidade de testagem de amostras; e a realização de pesquisas relacionadas ao tratamento da enfermidade. A instituição coordena ainda iniciativas de apoio humanitário ao conjunto de favelas de Manguinhos, no Rio de Janeiro, região onde está localizada a sua sede.

Quem também está na rede de parceiros do programa Unidos contra a Covid-19 é o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis. As associadas Total e Petrogal Brasil vão contribuir com recursos financeiros para fortalecer o fundo emergencial.  Por meio da plataforma https://unidos.fiocruz.br/, a Fundação possibilita organizações privadas e públicas e indivíduos a realizarem doações para ampliar as ações realizadas pela instituição no enfrentamento à emergência sanitária. Para a presidente do IBP, Clarissa Lins, a parceria do setor de óleo e gás com um centro de excelência de saúde  se torna fundamental no momento que precisamos unir todos os esforços para garantir o bem-estar da sociedade.