ONS projeta vazão de 9% da média no sul

Volume é esperado para a semana que se inicia neste sábado 2 de maio, com menos de 800 MW médios no acumulado de sete dias

A primeira revisão do Programa Mensal de Operação para maio apresenta relativa estabilidade ante as estimativas de vazões na versão anterior do documento. O destaque contudo, fica para a previsão de energia natural afluente no Sul do país cujo volume recuou para 16% da média de longo termo. Essa nova retração está influenciada diretamente pela previsão de vazão para a semana operativa que se inicia neste sábado, 2 de maio, de apenas 9% da média histórica, com o equivalente a 796 MW médios. Nos demais submercados a previsão mensal é de 83% da MLT no Sudeste/ Centro-Oeste, de 81% no Nordeste e de 140% da média histórica no Norte.
Já a previsão de carga está prevista em queda de 9%, índice próximo ao que o ONS estimou na semana passada. Dois submercados têm projeção de um tombo de mais de 10%, o SE/CO com 10,1% e no NE com 10,2% menos que no mesmo período do ano passado. No Norte a retração esperada é de 8,1% e no Sul de 4,8%.
Depois de algumas semanas no zero – ou muito próximo a esse patamar – o custo marginal de operação descolou. Os dois maiores, SE/CO e Sul estão em R$ 25,82/MWh decorrente da carga pesada em R$ 47,06/MWh, a média a R$ 45,87/MWh e a leve no zero. Nos Norte e NE está zerado.
A expectativa do ONS para o nível esperado de armazenamento nos reservatórios segue a tendência da semana passada, com retração apenas no sul. Por lá a estimativa para o dia 31 de maio é de alcançar 15,2% ante um volume de 16% no primeiro dia deste mês. Nos demais a previsão é de elevação, no SE/CO para 57,7%, no NE 90,2% e no Norte 84,1%.
A previsão de despacho térmico está em 5.960 MW médios, quase a totalidade por inflexibilidade, com 5.643 MW médios e outros 317 MW médios por restrição elétrica. Não há despacho dentro da ordem de mérito.
Em termos meteorológicos, foi registrado no decorrer da última semana precipitação restrita às bacias hidrográficas da região Norte. Já para a próxima semana deve ocorrer chuva fraca nas bacias dos rios Jacuí, Uruguai, Iguaçu, Paranapanema, Tietê, Grande, Paranaíba e no alto São Francisco. As bacias hidrográficas da região Norte apresentam pancadas de chuva no decorrer da semana.