ONS distribui kits de higiene e Neoenergia refeições no RJ e SP

Operador também lança campanha de arrecadação voluntária para instituições de ensino e elétrica entregará 54 mil quentinhas nos próximos meses

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) anunciou nessa quarta-feira, 20 de maio, que distribuiu cerca de 1800 kits de higiene e limpeza para moradores de comunidades no entorno do centro do Rio de Janeiro, onde fica sua sede. A campanha “Operação de Casa” foi realizada em conjunto com o Instituto Meta Educação, que realizaram a entrega de itens como água sanitária, álcool e sabonete na primeira semana de maio.

O ONS também disse ter redobrado os cuidados com os profissionais que precisam atuar de forma presencial e internamente incorporou novos hábitos de prevenção. Recentemente, o órgão distribuiu EPIs e iniciou os testes para Covid-19 e a vacinação contra a gripe para todos os 140 profissionais que se encaixam na categoria de essencial e, por isso não estão trabalhando em sistema de home office, como a maioria.

Nos ambientes compartilhados, foi implementado um check list para descartar sintomas do vírus como, por exemplo, aferir a temperatura dos operadores antes do início de cada turno. Uma equipe de apoio é responsável por limpar cuidadosamente cada estação de trabalho, antes que o outro colega inicie a sua jornada.

Esta semana, em parceria com o Instituto Meta Educação e a Baluarte Cultura, houve o lançamento da ‘Operação do Bem’,  uma campanha de financiamento coletivo para estimular a contribuição espontânea dos empregados, família, amigos e parceiros do Operador. Os valores arrecadados serão distribuídos para as instituições de ensino Conselho dos Moradores do Saco Grande (Comosg), em Florianópolis (SC), Instituto Filadélfia (PE), Instituto Meta Educação, no Rio de Janeiro e Creche ABC, em Brasília e Goiânia (GO), regiões onde possui centros de monitoramento.

Elétricas acumulam doações de alimentos, itens de higiene e de proteção ao novo coronavírus (foto: Nova Engevix)

Já o Instituto Neoenergia e o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds) se uniram para entregar quentinhas às populações vulneráveis no Rio de Janeiro e São Paulo, contando com suporte dos empreendedores locais das regiões. A ação integra o projeto Pessoas e Negócios Saudáveis, que também prevê a possibilidade de geração de renda aos empreendedores das comunidades cariocas da Maré, Santa Luzia e Coqueiro, e as paulistas Caieiras, Franco da Rocha e Francisco Morat.

“Nosso principal objetivo é garantir a segurança alimentar de imediato para as pessoas mais vulneráveis, ao mesmo tempo em que contribuímos para a manutenção e sustentabilidade de pequenos restaurantes ou cozinhas comunitárias, que foram impactados economicamente pela pandemia, construindo uma rede de núcleos de Segurança Alimentar, explica Renata Chagas, diretora-presidente do Instituto Neoenergia.

Na primeira semana do projeto, que teve início no dia 11 de maio, foram distribuídas 2.200 quentinhas nos seis núcleos. A previsão é de distribuição de 54 mil refeições, durante os próximos seis meses, com cada estabelecimento distribuindo, diariamente, 50 quentinhas.