ONS: carga no SIN deve recuar 10% em maio

No Sudeste, queda deve ser maior ainda, de 11,3%. Reservatórios do Sul devem ficar em 12% da média

A previsão de carga mensal no Sistema Interligado Nacional deverá ter uma queda de 10% em maio na comparação com o registrado no mesmo mês do ano passado. De acordo com o Informe do Programa Mensal de Operação da Semana Operativa de 23 a 29 de maio, a carga no Sudeste deverá ter um recuo maior ainda, de 11,3%, chegando a 34.658 MW médios.

A segunda maior queda vai ficar com o Nordeste, com redução de 10,4% e carga de 9.941 MW med. A região Norte recua 7,3%, com carga de 5.198 MW med. No Sul haverá menor baixa na carga, de 6,4% e 10.482 MW med.

Ainda de acordo com ONS, a previsão mensal das energias naturais afluentes traz o Sudeste com 31.129 MW med, que é  78% da média de longo termo. No Nordeste a ENA fica tem 80% da MLT ou 5.584 MW med. No Norte, a expectativa é de 23.550 MW med. No Sul, a energia afluente fica em 1.040 MW med, o mesmo que 12% da MLT.

A média semanal do Custo Marginal da Operação no Sudeste e Sul deve ficar em R$ 91,87/ MWh, nos demais submercados, o CMO fica zerado.